Skip to Content

Visita à Hameln: arquitetura estilo alemão + look do dia

25 abr

Quando a gente vê aquelas casinhas com um monte de vigas de madeira aparentes cruzando as paredes já associamos à Alemanha, né? E não é à toa. Basta visitar algumas cidades alemãs para perceber que esse tipo de construção – denominado Enxaimel ou Fachwerk – está sempre presente.

O enxaimel é uma técnica de construção que não se sabe exatamente de onde surgiu, mas sua base é germânica. Enxaimel quer dizer enchimento.

Portanto, primeiro era construído o esqueleto da casa com toras grossas de madeira encaixadas entre si em posições verticais, horizontais e inclinadas. Depois do esqueleto pronto, os espaços eram preenchidos com os materiais disponíveis em cada região (pedras, argila, tijolos). Esse tipo de construção costumava ser bastante artesanal, principalmente quando as casas eram feitas em áreas rurais. Talvez por isso não se veja edifícios com mais de seis andares feitos em Fachwerk na Alemanha e/ou Europa.

Outra curiosidade é que o térreo dessas construções costumam ter o pé direito mais alto que os andares de cima. Ou seja, a altura do teto é mais baixa nos andares superiores (reparem nas janelas que se encontram no térreo e as janelas de cima). Segundo informações locais, isso acontecia porque pessoas menos abastadas moravam nos andares superiores e costumavam ser mais baixas que as pessoas ricas, por isso a diferença na altura dos andares (some-se a isso o fato de que, antigamente, as pessoas eram realmente mais baixas que atualmente).

IMG_7286

Vista interna de uma casa com as vigas de madeira

IMG_7797

Detalhe das paredes irregulares

IMG_7796 IMG_7231 IMG_7300

As fotos foram feitas durante minha visita à Hameln (Hamelin), cidade alemã situada no estado da Baixa Saxônia. O centro da cidade ainda concentra muitas casas construídas no estilo enxaimel e é um encanto.

No entanto, não é a arquitetura que atrai muitos turistas à Hameln. A cidade ficou conhecida pelo conto trágico dos Irmãos Grimm sobre O Flautista de Hamelin, cuja história narra o desaparecimento das crianças da cidade.

Segundo o conto folclórico, a cidade sofria com uma peste de ratos e o flautista dizia ter a solução para exterminá-los. A população aceitou o seu trabalho e ofereceu uma moeda por cada cabeça de rato morto. Tocando sua flauta, o homem hipnotizou os ratos da cidade e os levou até o rio Weser, onde todos os bichos se afogaram. Apesar de ter cumprido com sua parte no acordo, o flautista não recebeu seu pagamento, pois os habitantes alegaram que ele não havia apresentado as cabeças dos ratos mortos. O homem deixou a cidade, mas retornou semanas depois e, enquanto os moradores estavam na igreja, ele tocou sua flauta novamente para hipnotizar as crianças. Enfeitiçadas, meninos e meninas o acompanharam, não se sabe para onde e nem o que aconteceu a elas.

IMG_7806

Ratinhos pelo chão indicando a direção dos pontos turísticos

IMG_7245

A imagem do flautista está em todos os lados

IMG_7223 IMG_7809

Muito mórbida essa história, né? Mas o fato é que ela é baseada em um acontecimento real do ano de 1284 na Alemanha. E para abstrair um pouco esse momento dark do blog, trouxe o look que usei durante meu passeio à Hameln. Só me perdoem usar a mesma bolsa em quase todos os looks dessa viagem de férias! kkkkk Inventei de ser uma mulher prática e levar apenas duas bolsas para a viagem inteira (essa e uma preta) e deu nisso! Prometo que na próxima eu capricho mais. 😉

 IMG_7256 IMG_7174 IMG_7179 IMG_7188 IMG_7275 IMG_7263 IMG_7265

Ufa! Postão, hein? Gostaram dessa overdose de informações? Aguardem que tem mais vindo por aí, mas agora saindo da Alemanha em direção à França.

Espero os comentários de vocês! Beijos

assinatura

Fontes: Wikipédia, arquitetando.xpg.com.br
 

Tags: , , , , , , , , , , , , ,

  1. Ceu 25 de abril de 2014

    Muito boas as informações. Valeu, aproveitei pra saber um pouco mais dessa encantadora cidade.

  2. Admilson 25 de abril de 2014

    cultura fundida com moda oferece um ótima e agradável leitura.

  3. Nayane 27 de abril de 2014

    Fashionland é cultura!
    J’aime tout!

    Lindaa

Postar um novo comentário

Seu comentário pode levar alguns minutos para aparecer.

*

Fashionland. Todos os direitos reservados ® 2012

ponto criativo