Skip to Content

Outubro rosa: histórias que marcam

7 out

Outubro é o mês oficial de prevenção do câncer de mama em todo o mundo. Mês de conscientização, sim, mas também de homenagem a tantas guerreiras que enfrentam essa doença.

O câncer em si já é uma doença grave e que acomete homens e mulheres em todo o mundo. Mas quando falamos em câncer de mama, devemos lembrar que essa doença atinge o órgão que representa a feminilidade.

O seio da mulher não é só um objeto de desejo sexual, tão valorizado em um mundo que a aparência é tudo. A mama, por exemplo, representa uma ligação afetiva indescritível entre uma mãe e seu filho no momento da amamentação. Retirá-la significa não só tirar um pedaço de seu corpo, mas também de sua alma.

A autoestima de uma mulher, portanto, pode ficar devastada no processo de tratamento da doença. Por isso, hoje resolvi trazer uma história de amor e solidariedade pra vocês. A história de Ingrid Galvão e sua sogra Adelia Saboya.

Adelia foi diagnosticada com câncer de mama no início deste ano, por volta de março. E, como na maioria dos casos, ela precisou passar por sessões de quimioterapia, quando foi perdendo o cabelo.

Foi então que Ingrid decidiu cortar seu próprio cabelo para que sua sogra pudesse fazer uma peruca. Aparentemente nada demais. No entanto, nós mulheres sabemos o quanto é difícil tomar uma decisão desse tipo, ainda mais quando cultivamos o apego ao cabelo comprido durante muitos anos de nossas vidas. Há quem não tenha esse apego. Mas verdade seja dita: o cabelo na vida de uma mulher é elemento importantíssimo, a moldura do seu rosto. Ele pode destruir ou florescer a autoestima de qualquer uma.

outubro_rosa_page_01

E olha só, a Ingrid tinha um cabelão há muitos anos, desses de dar inveja! Super longo e bem cuidado. Era um verdadeiro caso de amor! Tomar essa decisão foi, sem dúvida, um gesto nobre e de muita solidariedade, além de uma verdadeira prova de amor.

Elevar a autoestima de quem enfrenta um câncer é um dos remédios mais eficazes para sua recuperação. Uma simples peruca trouxe a Amelia mais alegria e mais confiança. Hoje, inclusive, ela brinca e diz que seu cabelo ficou mais bonito do que o da nora! E o exemplo de Ingrid poderia ser seguido por muita gente.

outubro_rosa_page_02

O cabelo da Ingrid continua lindo… E, no final das contas, ela amou o resultado. Mas o mais importante nessa história foi o gesto digno e a simplicidade no coração de cada uma. Ingrid teve coragem para se desapegar e Amelia teve coragem de assumir sua luta com um sorriso lindo no rosto.

São histórias assim que nos fazem refletir sobre a incrível capacidade do ser humano de amar. Cada um de nós tem o poder de fazer a diferença na vida de outros, basta tentar. Afinal, amar ao próximo nunca saiu de moda. 😉 Beijos, chiquitos!

Tags: , ,

  1. Admilson Joao 7 de outubro de 2013

    Uma bela e emocionante historia. Amor verdadeiro!

  2. Nara Borges 8 de outubro de 2013

    Nossa, que história linda!

Postar um novo comentário

Seu comentário pode levar alguns minutos para aparecer.

*

Fashionland. Todos os direitos reservados ® 2012

ponto criativo